O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Og Fernandes, abriu vista para que as partes da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) nº 0601782-57 se manifestem no prazo de três dias sobre as informações prestadas pelo WhatsApp. A ação foi ajuizada pela coligação Brasil Soberano (PDT/Avante) contra o presidente Jair Bolsonaro e o vice Hamilton M...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários