O Estado conseguiu liminar no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para suspender efeito de decisão da Justiça goiana, que determinou o pagamento de R$ 14 milhões a envolvidos no desvio de R$ 7,5 milhões da extinta Caixa Econômica do Estado de Goiás (Caixego), dos quais R$ 5 milhões teriam ido para a campanha eleitoral estadual do então PMDB (atual MDB), em 1998. O...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários