A secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrue, não deve ser afastada do cargo até que haja condenação definitiva contra ela. A decisão é do juiz José Proto de Oliveira, da 4ª Vara da Fazenda Pública Municipal da Comarca de Goiânia, em decisão proferida nesta terça-feira (10). O magistrado analisava ação civil pública do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários