O Brasil não teve representante na Cúpula do Clima das Nações Unidas desta segunda-feira (23), em Nova York, nos Estados Unidos, porque a própria chancelaria brasileira –por influência do ministro Ernesto Araújo (Relações Exteriores)– atuou contra o discurso do governador do Amapá, Waldez Góes (PDT). Houve um encontro nesta segunda-feira organizado pelos presidentes da Fra...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários