Mesmo com a tímida inclinação da centro-direita a engrossar a pressão pelo impeachment de Jair Bolsonaro (sem partido), ainda seria necessária a adesão de pelo menos um dos grandes partidos do centrão para reunir, formalmente, os 342 votos necessários para que a Câmara autorize a abertura do processo. Depois dos atos bolsonaristas de 7 de Setembro, siglas como o PS...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários