Goiás solicitou que seu tempo de permanência no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) durasse seis anos, mas, em meio à adaptação do plano do Estado para entrada no programa, após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), isso pode mudar, aponta a secretária de Economia, Cristiane Schmidt. Ela explica ao POPULAR os próximos passos que o Estado precisa dar e porque o gover...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários