O herdeiro da construtora OAS, César Mata Pires Filho, passou mal durante interrogatório ao juiz federal Luiz Antonio Bonat, na 13ª Vara Federal de Curitiba, ontem, em ação penal a respeito de supostas fraudes e propinas de R$ 67,2 milhões na construção da Torre de Pituba, sede da Petrobras em Salvador. Somente um dos três interrogatórios previstos para ontem aconteceu...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários