Revelações do ex-ministro Antônio Palocci, delator, e e-mails do empresário Marcelo Odebrecht, também delator, indicam que a ex-presidente da Petrobras Graça Foster tinha conhecimento da corrupção instalada na petrolífera, mas não adotou “medidas efetivas” para investigar ou impedir a continuidade do seu funcionamento.Graça Foster, que presidiu a Petrobras entre fev...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários