Com nota C mantida em avaliação da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), do Ministério da Economia, o Estado de Goiás mostrou pouca variação nos índices que compõem a capacidade de pagamento (Capag) de suas dívidas na comparação de 2017 para 2018. O Estado segue no vermelho, com impedimento de empréstimos com garantia da União e falta de caixa, mas em situação menos ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários