O prefeito Iris Rezende vetou as emendas impositivas de 16 dos 35 vereadores que excederam o limite de R$ 1,6 milhão estabelecido para o orçamento de 2020. Os cortes foram feitos durante a sanção da Lei Orçamentária Anual do próximo exercício e são, ao menos em parte, provisórios. Segundo o despacho, “não cabe ao…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários