O clima de contrariedade com o conselheiro Nilo Resende predomina no Tribunal de Contas dos Municípios após a apresentação da proposta de emenda à Constituição Estadual (PEC) que prevê sua extinção. A percepção entre integrantes da cúpula do tribunal e funcionários é a de que a situação seria facilmente…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários