Mesmo sem Mandetta, Estados não seriam obrigados a seguir Bolsonaro

A quase demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, ontem, acendeu sinal de alerta a respeito de possíveis determinações, por parte do governo federal, contrárias às medidas de isolamento adotadas por governadores como forma de conter o aumento da infecção pelo Covid-19. Tais medidas, apoiadas por Mandetta, são…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários