Marcos Nunes Carreiro

O governador Ronaldo Caiado (DEM) diz que, “diante de todos os fatos levantados” por sua equipe até agora, nas auditorias e revisões dos atos das gestões anteriores, o governo deve provocar a Justiça a respeito do que foi encontrado. “Lógico que vai fazer. Lógico. A peça não foi ainda definida, porque a cada dia é um problema. Mas isso será encaminhado, sem dúvida alguma, ao Ministério Público e também com denúncias ao Poder Judiciário”, afirma. O democrata não fala exatamente o que poderá gerar a ação, mas em entrevista ao POPULAR, publicada ontem, mesmo sem citar os nomes dos ex-governadores Marconi Perillo e José Eliton, ambos do PSDB, ele não poupou críticas às suas gestões, pontuando problemas, por exemplo, em relação aos contratos com Organizações Sociais e à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Não para aí

Sobre a LRF, inclusive, Caiado relata estar em conversas com os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). “Não se pode praticar crime de não empenhar a folha e lavar as mãos”, diz.

Manutenção...

O presidente da Goinfra, Ênio Caiado, tem reunião marcada com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, hoje. Tentará agilizar a compra de produtos para que o Estado possa fazer uma operação “mais forte” de tapa buracos nas rodovias.

Subiu

Relatório do TCM mostra que 108 dos 246 municípios goianos gastaram mais com folha de pagamento no 3º quadrimestre de 2018 do que no anterior.

Proporcional

Cocalzinho de Goiás teve o maior aumento: 16,51%. O prefeito Alair Gonçalves (PR) culpa a queda na arrecadação. O cálculo é feito comparando o gasto com folha à receita corrente do município.

Convocação

A secretária de Saúde de Goiânia, Fátima Mrué, deve ser notificada hoje sobre a convocação para ir à Câmara prestar esclarecimentos a respeito da saúde municipal. O requerimento de Lucas Kitão (PSL), aprovado na quarta-feira (13), foi enviado pelo presidente Romário Policarpo (PROS) na sexta-feira (15). Fátima tem 15 dias para ir à Casa.

Top cinco

Goiás é o quinto Estado com maior saldo devedor no BNDES. Deve R$ 1,5 bilhão ao banco, ficando atrás de Santa Catarina (R$ 3,37 bilhões), Espírito Santo (R$ 2,39 bilhões), São Paulo (R$ 2,32 bilhões) e Rio de Janeiro (R$ 1,88 bilhão). Os dados se referem às alocações feitas pela instituição financeira com recursos do Tesouro Nacional.

Descanso político

O ex-deputado Heuler Cruvinel (PP) diz que não pretende disputar eleição em 2020. “Só vou pensar em política no futuro”, diz. Faz oposição ao prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale (sem partido).

Cena comum

Buraco na Rua 1013, no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia, precisou receber sinalização com galhos de árvore para evitar acidentes. O improviso é recorrente nas ruas da capital. (Foto: Douglas Schinatto )
Pergunta para: Delegado Waldir

Líder do PSL na Câmara

Pleiteia algum papel na tramitação da reforma da Previdência?

Não. Já orientei Felipe Francischini (presidente da CCJ na Câmara pelo PSL) a indicar um relator de outro partido. A governabilidade depende de o PSL, mesmo sendo o maior partido, abrir espaço a outras siglas que possam compor a base; dar esse protagonismo a outros parlamentares. Meu papel é entregar todos os votos do PSL a favor da reforma.

Arremate:

Live – O Jackson Abrão Entrevista recebe hoje o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB). Às 10 horas, pelo Facebook e site do POPULAR.

Educação – Projeto do deputado estadual Virmondes Cruvinel (PPS) pretende divulgar a Lei Maria da Penha nas escolas. Quer conscientizar os jovens sobre o combate à violência contra a mulher.

Lembrança - Em meios às discussões sobre a privatização da Metrobus, vereadores relembram que a Câmara de Goiânia aprovou requerimento de Andrey Azeredo (MDB) sobre o assunto.

O que é - Azeredo pediu, no fim do ano passado, que o Paço retomasse a concessão do Eixo Anhanguera para abrir nova licitação de uso da linha.

Escolha seu assunto favorito.
E-mail registrado com sucesso!
A partir de agora você receberá seus assuntos preferidos por e-mail.
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários