Goiás quer flexibilizar regra de privatizações para entrada no RRF

Marcos Nunes Carreiro

A secretária de Economia, Cristiane Schmidt, diz ter sugerido ao secretário do Tesouro Nacional (STN), Mansueto Almeida, que haja flexibilização na exigência de privatizar empresas de saneamento, energia e bancos para que os Estados entrem no Regime de Recuperação Fiscal (RRF). A medida, que em Goiás afetaria a Saneago, é imposição do governo federal, mas o governador Ronaldo Caiado (DEM) já garantiu que não privatizará a estatal, que está em processo de abertura de capital (IPO). “Não é possível que a gente consiga passar uma reforma da Previdência e, pelo fato de termos feito um IPO na Saneago e não uma privatização, que isso nos inviabilize no RRF”, afirma Schmidt. “O problema do Rio Grande do Sul é o Banrisul. E não é porque Eduardo Leite (governador do Estado, pelo PSDB) não vai conseguir privatizar uma única coisa que ele tenha que ficar fora, porque ele está tentando fazer o dever de casa, assim como Goiás.”

Pode trocar?

Marcos Nunes Carreiro

Ainda de Schmidt: “Se eu tivesse que sugerir algo para tornar mais rigorosa a RRF, falaria para colocar a reforma da Previdência entre os quesitos e flexibilizar a privatização. Seria mais interessante”.

Malas prontas

Marcos Nunes Carreiro

O deputado estadual Rafael Gouveia (DC) deve se filiar ao PP no próximo dia 11. Vai para a sigla a convite do presidente Alexandre Baldy. A filiação será na Assembleia Legislativa.

2020

Marcos Nunes Carreiro

Como o DC não atingiu cláusula de barreira, o parlamentar pode se filiar a nova legenda sem riscos para o mandato. Deve levar com ele sete prefeitos do interior do Estado e coloca o nome à disposição para a eleição do ano que vem.

Falando em PP

Marcos Nunes Carreiro

Do senador Vanderlan Cardoso sobre sua pré-candidatura em Goiânia: “A possibilidade existe, mas hoje não tenho esse pensamento”. Seu nome foi confirmado por Baldy aqui nesta semana.

Reforma

Marcos Nunes Carreiro

A Câmara de Goiânia fará audiência pública na segunda-feira (4) sobre a reforma da Praça Universitária. Proposta dos vereadores Anselmo Pereira (PSDB) e Lucas Kitão (PSL). A previsão de gastos com a reforma é de R$ 1,2 milhão e devem sair de emenda impositiva. Uma das propostas é instalar uma base da Polícia Militar na praça.

De olho na bola

Marcos Nunes Carreiro

Projeto que está apto a ser votado na Assembleia Legislativa institui programa de fomento à qualificação e reestruturação dos clubes profissionais de futebol de Goiás. Intitulado Gol de Placa, o programa prevê a captação de recursos para os clubes, com vinculação a programas de inclusão social. Proposta do deputado Vinícius Cirqueira (PROS).

Protesto

Marcos Nunes Carreiro

A prefeitura de Catalão protestou, em cartório, cinco instituições bancárias para cobrar o pagamento de Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). A dívida apontada pela prefeitura é de R$ 7,84 milhões nos últimos cinco anos.

Pergunta para:

Marcos Nunes Carreiro

Romário Policarpo

Presidente da Câmara

Há falas de que a devolução do Plano Diretor foi uma questão política. Procede?

Não tenho desgaste com a Prefeitura. O problema que tenho é com o líder do prefeito (Oséias Varão, do PSB), que mais atrapalha que ajuda, mas jamais colocaria diligência a um projeto tão importante por causa dele. É menor que o plano. Tanto que conversei muito com os secretários de Governo e Planejamento sobre o texto. Há harmonia com o Paço sobre isso.

Arremate:

Marcos Nunes Carreiro

Resposta – Deputado Humberto Aidar (MDB) diz que os créditos outorgados a que se refere seu projeto, adiantado aqui ontem, tratam do chamado “crédito moeda”.

AJUDA - O vice-governador Lincoln Tejota (PROS) foi a Brasília conversar sobre investimentos para o Corpo de Bombeiros. Foi recebido pelo líder do governo no Senado, Eduardo Gomes (MDB-TO).

CONCERTO – A Orquestra Sinfônica de Goiânia inicia amanhã, às 11h, no Teatro Goiânia, o Festival Beethoven, com concerto aos 250 anos de nascimento do compositor alemão de mesmo nome, celebrado no ano que vem.

ADUFG - Goiânia recebe, em 7 e 8 de novembro, encontro para discutir direitos humanos em tempos de crise da democracia.

Escolha seu assunto favorito.
E-mail registrado com sucesso!
A partir de agora você receberá seus assuntos preferidos por e-mail.
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários