O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes concedeu liminar suspendendo inquérito policial que investiga supostas irregularidades em contrato do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) com empresa particular no ano de 2015, quando João Furtado era presidente do órgão. Deflagrada em 2019, a operação recebeu o nome de Cegueira Deliberada. Na ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários