O novo decreto de isolamento social do governo de Goiás, que deve ser publicado hoje pode determinar novamente o fechamento de empresas consideradas não essenciais, que retomaram os trabalhos após flexibilização autorizada pelo Estado. E, para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, pode significar o fechamento de parte delas em def...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários