A faca usada no atentado contra Jair Bolsonaro irá para um museu. O instrumento usado por Adélio Bispo de Oliveira para esfaquear Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018 ficará guardado em seleção de objetos raros em uma instituição em Brasília.

A decisão é do juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal em Juiz de Fora (MG), que atendeu a pedido Ministério Público Federal e da Polícia Federal. Segundo a Folha de S.Paulo, Savino entende que há “relevante valor histórico” no objeto.

A faca de 30 cm usada por Adélio para esfaquear Bolsonaro durante ato de campanha em Juiz de Fora está sob a guarda da Justiça Federal. Será levada para o Museu Criminal da Polícia Federal, em Brasília. O episódio da facada completou um ano na última sexta-feira (06).

Atingido na barriga, o presidente da república passou por 4 cirurgias de lá para cá — a 4ª operação foi no último domingo. Não há previsão de alta até o momento, segundo as informações repassadas à imprensa.