Dos R$ 261,70 milhões pagos em remunerações a juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) em 2018, R$ 110,05 milhões foram dos chamados “penduricalhos”, como auxílios alimentação e moradia, abonos, gratificações e outras. O valor representa 42,05% da folha de pagamento do ano aos 457 magistrados ativos que constam nas tabelas enviadas ao Conselho Nac...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários