Alegando erro no texto do projeto de lei enviado à Assembleia Legislativa, o governo estadual informou nesta sexta-feira (15) que não serão criadas 424 funções comissionadas na estrutura da futura Secretaria de Administração Penitenciária e Justiça de Goiás. A mensagem que chegou quarta-feira na Assembleia Legislativa falava em criação de 443 cargos ao total, com impa...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários