Reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa que investiga a concessão de incentivos fiscais em Goiás ouviu ontem os empresários Alberto Borges de Souza, da Caramuru Alimentos, e Osmar Albertini, da Granol. Este último, discordou da análise feita sobre a carga tributária das indústrias. O relator Humberto Aidar (MDB) questionou qual seria ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários