O novo prefeito de Goiânia, que vai assumir a administração municipal a partir do dia 1º de janeiro de 2021, terá velhos problemas e desafios para resolver na capital. Se o próximo mandatário já não terá mais a cobrança por tapa-buracos nas ruas da capital e para colocar a coleta de lixo residencial em dia, como ocorreu no início da gestão de Iris Rezende (MDB) em 2017, a...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários