O Ministério Público de Goiás e a Polícia Civil deram continuidade, na manhã desta quarta-feira (11), à Operação Leão de Nemeia. Foi cumprido mandado de busca e apreensão na casa onde moram o dono da Ipop - Cidades e Negócios, empresa acusada de realizar pesquisas fraudadas em Goiás, Márcio Rogério Pereira Gomes, a esposa Lúcia Fernandes Pacheco Pires e a enteada Priscila P...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários