De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 13 candidatos morreram antes da eleição de domingo (15). Entre eles, 3 disputavam o cargo de prefeito, 2 estavam em chapas como vice e os outros 8 eram postulantes a vereador. Todos os prefeitáveis foram vítimas do novo coronavírus. Um dos falecidos é o médico Murilo Borges (PP), que morreu 17 dias antes ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários