A despeito de ainda haver um longo percurso de dois anos e de, para muitos, as eleições municipais não terem efeito nas eleições gerais, alguns dos principais nomes cotados para a disputa presidencial de 2022 se movimentam para testar forças e projetos no pleito de novembro. O presidente Jair Bolsonaro, hoje sem partido, adota uma postura errática, ora indicando apoio ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários