A onda que deixou o candidato Jair Bolsonaro (PSL) a poucos pontos da vitória no primeiro turno se concentrou em Estados do Sudeste, Sul e Centro-Oeste – ou seja, nos últimos dias da campanha, ele avançou mais em áreas onde já liderava com grande vantagem. Com o petista Fernando Haddad, que também cresceu na reta final, ocorreu o mesmo: o ex-prefeito g...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários