A CVM (Comissão de Valores Mobiliários) decidiu por unanimidade condenar o empresário Eike Batista por usar informações privilegiadas para lucrar e manipular preços no mercado de ações. A comissão estabeleceu duas multas que somam R$540 milhões – uma de R$ 440,8 milhões e outra de R$ 95,7 milhões. Além disso, Eike não poderá ser administrador ou consel...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários