Ao sugerir que a portuguesa EDP possa assumir a Enel Distribuição Goiás para melhorar o atendimento aos goianos, o governador Ronaldo Caiado (DEM) elogiou a empresa. Para ele, a troca teria como objetivo trazer novo “sentimento” e gerar resultados. Porém, a companhia também enfrenta críticas quanto à prestação de serviços. Ela atua em São Paulo, no Espírito Santo e adquiri...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários