A editora Companhia das Letras declarou ter orgulho de ter publicado o livro “Aparelho Sexual e Cia.”, criticado pelo candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) durante entrevista concedida por ele ao Jornal Nacional, da Rede Globo, na última terça-feira (28). No mesmo dia, a editora já havia se posicionado sobre a obra pelas redes sociais, mas na noite desta quarta-feira (...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários