Os municípios goianos terão R$ 406,8 milhões e o governo estadual, R$ 292,4 milhões, em caixa com a divisão de recursos de leilões do pré-sal estabelecida na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 98/2019. Aprovada na terça-feira (3) pelo Senado, a matéria retornará à Câmara dos Deputados porque sofreu modificações. Se passar integralmente, haverá a injeção de quase R$ 700 m...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários