Suspeito de cobrar propina para manter contrato de empresa prestadora de serviço com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), o diretor-administrativo da estatal, Carlos César de Toledo, conhecido como Cacai Toledo, é um dos alvos de operação da Polícia Civil de Goiás que visa apurar prática de crimes contra a administração pública, corrupção passi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários