A bancada goiana se dividiu nesta quarta-feira (26) em críticas e defesa da atitude do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de enviar vídeos pelo WhatsApp com incentivo à participação em manifestação marcada para o dia 15 de março, com forte tom de ataque ao Congresso e ao Supremo Tribunal Federal (STF). Enquanto os maiores aliados, incluindo o líder do Governo na C...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários