O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Celso de Mello, vai decidir se o presidente Jair Bolsonaro deve ou não depor pessoalmente no inquérito que investiga se o chefe do Executivo tentou interferir politicamente na Polícia Federal. Procurado pela reportagem, o ministro disse que “ainda está analisando a questão”. As acusações foram levantadas pelo ex-ministr...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários