Enquanto a Região Metropolitana de Goiânia sofre com os problemas inerentes às grandes metrópoles, resultantes do crescimento acelerado, como a mobilidade urbana e a destinação de resíduos, o Centro Goiano (Eixo BR-153) ainda tem uma economia pouco diversificada, é dependente de Goiânia ou de Anápolis na prestação de serviços básicos e sente os reflexos da paralisação ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários