O Estado prevê economia de R$ 1,6 bilhão nos próximos seis anos, caso os projetos que tratam de mudanças nos estatutos dos servidores públicos estaduais sejam aprovados pela Assembleia Legislativa. As duas propostas chegaram à Casa na quarta-feira (27) e preveem fim de benefícios a servidores e profissionais da Educação, como licença-prêmio, licença remunerada para exercício ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários