Os efeitos do contrato de trabalho de Gilmar Bessa de Barros, ex-superintendente executivo do Centro de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq) -- gerida pela organização social Associação Comunidade Luz da Vida -- , foi suspenso por liminar do do juiz Reinaldo Alves Ferreira. A decisão atende a uma ação impetrada pelo promotor de Justiça F...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários