A Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO) deve se posicionar, em sessão na quarta-feira, sobre a criação da Taxa de Limpeza Pública (TLP) em Goiânia. O colegiado decidirá sobre o caso com base em parecer da Comissão de Direito Tributário da entidade, que se manifestou pela ilegalidade da proposta.  O presidente da OAB-GO, Lúcio ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários