A Comissão Mista da Câmara Municipal de Goiânia rejeitou, nesta terça-feira (5), proposta que estendia a servidores efetivos e comissionados da Casa a obrigatoriedade do uso do ponto biométrico. A proposição foi apresentada por Alfredo Bambu (Patriota) como emenda ao projeto 2019/08, de autoria de Paulo Magalhães (PSD), que estabelece o sistema de aferição para os vereadores. O relato...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários