Três dias após uma ação policial violenta diante de um protesto contra o presidente Jair Bolsonaro no centro do Recife, o comandante da PM de Pernambuco pediu exoneração do cargo. O governador Paulo Câmara (PSB) comunicou na noite desta terça-feira (1º) que aceitou o pedido de Vanildo Maranhão. A situação ficou insustentável após imagens mostrarem policiais encerr...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários