Atualizado às 10h19 de 12/11/2020 O procurador-chefe do Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO), Ailton Benedito, foi à Justiça contra a agência de fact-checking Aos Fatos por suposta violação de seus direitos fundamentais. A ação, informada por ele em seu perfil no Twitter ontem, se dá em razão de reportagem publicada em maio sobre tweets contendo desinformação...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários