Com o início da propaganda no rádio e televisão marcado apenas para 31 de agosto, os pré-candidatos ao governo do Estado devem apostar no impulsionamento de posts nas redes sociais para dar maior destaque às suas propostas e engajar os eleitores. Como o recurso foi autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), inclusive, durante o período da pré-campanha, alguns já começ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários