A cúpula da segurança pública em Pernambuco estava no centro de monitoramento de câmeras da Secretaria de Defesa Social no momento em que policiais militares atacaram manifestação pacífica contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O protesto na capital pernambucana, ocorrido na manhã do sábado (29), foi encerrado com bombas de gás lacrimogêneo e tiros de bal...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários