Em live dedicada quase que exclusivamente à crise da gestão ambiental do governo, o presidente Jair Bolsonaro rebateu o presidente francês, Emmanuel Macron, que nesta quinta, 22, chamou a Amazônia de “nossa” em crítica às queimadas na região amazônica. “Um país agora, sem dizer o nome aqui, falou da ‘nossa Amazônia’. (O país) teve a desfaçatez de dizer ‘a nossa Amazônia’. (...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários