Depois de ouvir de setores do Ministério da Defesa e do próprio Palácio do Planalto que escolher um militar como novo ministro da Saúde poderia gerar desgastes, o presidente Jair Bolsonaro indicou a aliados que recuará da ideia de nomear um integrante das Forças Armadas para o cargo, mesmo com perfil técnico, como cogitava fazer na semana passada.Segundo auxiliares, ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários