O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (19) que não vai sancionar o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões aprovado pelo Congresso Nacional na semana passada. De acordo com o mandatário, o valor é “astronômico” e poderia ser mais bem empregado em obras de infraestrutura. “É uma cifra enorme, que no meu entender está sendo desperdiçada, caso ela seja...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários