Em uma crítica ao ministro Onyx Lorenzoni (Cidadania), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou ontem que a antecipação da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 foi anunciada sem autorização.O anúncio da antecipação foi acompanhado de perto por órgãos de controle, que veem risco de uma pedalada fiscal nos moldes das que levaram ao impeachment da ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários