O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar, nesta quarta-feira (13), que não mencionou a Polícia Federal na reunião ministerial do dia 22 de abril e afirmou que o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, “se equivocou”  ao confirmar em depoimento no dia anterior que houve a menção à instituição. A versão de Bolsonaro contraria também a declaração d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários