O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (2) que foi uma "covardia" a maneira como a médica Nise Yamaguchi foi interrogada um dia antes na CPI da Covid do Senado. Defensora do uso da hidroxicloroquina contra Covid-19, medicamento sem eficácia comprovada, e de outras teses polêmicas com relação à pandemia, Nise foi interrompida diversas vezes na comiss...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários