Atualizado às 17 horas - Se a Assembleia Legislativa de Goiás seguir o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE-GO) pela reprovação das contas de 2018, os ex-governadores Marconi Perillo e José Eliton (PSDB) poderão ficar inelegíveis por 8 anos e ser alvos de ações de improbidade. Os efeitos estão previstos nas leis da Ficha Limpa e de Responsabilidade Fiscal, segundo ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários