O Ministério Público do Estado (MP-GO) protocolou ação na Justiça pedindo a interdição parcial da cadeia pública de Anápolis, com transferência imediata de 360 presos. O MP-GO chama o Centro de Inserção Social (CIS) do município de "verdadeira bomba-relógio", apontando superlotação, 12 mortes em 1 ano e 8 meses, fugas, baixo número de agentes e precariedade do local. A cadeia...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários