O governador Ronaldo Caiado (DEM) recusou-se a comentar nesta sexta-feira (10) a crise nacional agravada pelos discursos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas manifestações de 7 de setembro em todo o País, e os desdobramentos, com reações do Poder Judiciário, paralisação de caminhonheiros e a declaração à Nação divulgada pelo Planalto.  "Tenho de g...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários